Coração de Vidro

Não é que eu não sinta Sabe o Destino que eu apenas cansei de devotar-me a proteger coisas frágeis Sinto até demais Oculto nossos cacos entre os dedos Mãos fechadas que se apegam aos pequenos restos de beleza e dor Memórias perpétuas A voz de Delírio ecoando promessas sinceras e impossíveis Desejo e Desespero dançando o [...]

By | 2017-08-02T02:59:48+00:00 Janeiro 4th, 2017|Fique Ligado|0 Comments